8 Dicas de Ouro Para Empreender Mitigando Riscos

Perceba que 98% dos novos negócios, startups, quebra, chega a falência antes de completar dois anos de vida!

Sim, tudo bem, entendi isso, e como faço para empreender, sabendo que 98% dos novos negócios, startups, morre antes de completar dois anos de vida?

Diria que esta é a pergunta de um milhão de reais.
Más a resposta vale muito mais, e vou deixar abaixo oito dicas fundamentais que podem salvar a vida do negócio e se quem o idealizou.
Não há como empreender excluindo totalmente a coisa do “risco”. Lidar com risco faz parte da vida, do ato de empreender, e quem não gosta disso não deve tentar empreender. Vá procurar emprego, faça um concurso público.
Contudo, mitigar o risco isso sim é possível. Vou tentar resumir em 8 itens o mínimo necessário para diminuir o risco e conseguir um pouco mais de assertividade empreendendo, ou seja, vou lhes ajudar a poupar recursos.

1 – Antes de qualquer coisa pergunte-se: Alguem estaria disposto a pagar pelo que estou disposto a colocar no mercado? É válido o que estou propondo? Tem usabilidade? Não adianta pensar na receita da Coca Cola aonde a cultura local só consome leite de cabra por exemplo.

2 – Tenha o máximo de conhecimento possível da área que pretende empreender. Saiba tudo que for possível sobre o seu produto ou serviço, tudo mesmo. Varra as redes sociais, indague com amigos e parentes próximos, pesquise, pesquise e pesquise mais ainda. Esgote todas as possibilidades. Saiba, em algum lugar do mundo tem alguem fazendo algo semelhante ao que você quer fazer. Se brincar está fazendo melhor do que você pensa que pode fazer. Pense globalmente, aja regionalmente. Seja um pequeno líder de mercado antes de pensar em ganhar o mundo com seu negócio.

3 – Tenha boas pessoas por perto. “EUQUIPE”, trabalhar sozinho,  não é opção de sucesso. No mínimo três parceiros, colaboradores ou sócios você deve ter. Nem que seja para eles lhe dizerem não quando seus sonhos vão além da realidade, do tangível e do possível. Normalmente o que ouço é que se colocar mais gente junto podem copiar a sua ideia. Podem, podem mesmo. Contudo, na maioria das vezes, a ideia não faz muito sentido sem a pessoa que a desenvolveu inicialmente. Normalmente a cabeça de quem empreendeu vale mais dinheiro do que a própria ideia em si. Investidores costumam investir primeiro em pessoas, depois em suas ideias. Se não gostarem do brilho nos olhos do empreendedor, dificilmente vão gostar da ideia, do conceito ou do protótipo.

4 – Antes de começar, mapeie todos os recursos que você vai necessitar. Não falo só de dinheiro, falo de recursos técnicos, fornecedores de insumos, transportadoras e logística, e sim, grana também. Contudo entenda, reunir todos os recursos que você mapeou pode levar anos, e a sua ideia, produto ou serviço será superada neste tempo, cairá em desuso, não atenderá mais uma demanda de mercado. O momento certo de empreender nunca surgirá, e certamente não é o momento que você já tem todos os recursos em mãos. Comece com o mínimo necessário, tendo no horizonte todos os itens necessários para o seu sucesso pleno.

5 – Não necessite imediatamente do dinheiro que seu negócio pode render. Tenha energia sobrando, grana para se sustentar por pelo menos doze meses. Isso lhe trará tranquilidade para tomar decisões assertivas, negociar sem a corda no pescoço e olha o horizonte com mais fôlego.

6 – Competências técnicas ou humanas para tocar o projeto devem sempre que possível estar diluídas, presentes no grupo de trabalho. No entanto, é provável que algo em torno de 30% de todas as competências sempre está ausente. Buscar um especialista no mercado é uma solução. Não tenha receio de buscar competências, tenha receio de não tê-las.

7 – Precifique corretamente seus produtos e serviços, sem ganância e sem deixar de fora os custos fixos de produção, armazenagem, logística, pessoal e tudo o mais. Tenha uma margem de lucro suficiente más não arrogante. Observe o comportamento do mercado, da concorrência e estabeleça-se suas bases.

8 – Desapego deve ser exercitado. Desapego no sentido de saber quanto vale o seu negócio, por um preço no que você construiu. Considere quanto de energia você já dispendeu, e o potencial de futuro. Mais uma vez seja realista e coerente? Se disser que vale milhão, vai ter de justificar, então saiba colocar o preço no seu negócio. Isso é importante por duas razões: A) Se alguem desejar adquirir parte ou totalmente seu negócio, pelo menos um norte, um valor estimado de momento você tem de ser capaz de dar, embora possa depois com a ajuda de um contador, checar todo o ativo e o passivo e ajustar a estimativa dada. B) Não é muito interessante, contudo não podemos deixar de falar nela. É o caso da falência. Quando é o momento certo de abandonar um negócio? É o exato momento que seu negócio começa a consumir o patrimônio pessoal ou familiar, seus recursos conquistados duramente. Pule fora antes de ver seus recursos pessoais “drenados”. É fundamental que quando no item 5 acima você estimou os recursos de saída, você já tenha estimado quando do seu bolso ou do seu patrimônio você estava disposto a destinar. Eu nunca me arrependi de investir nos meus negócios, más também nunca doeu a minha consciência quando pulei fora.

 

 

Marcelo Homem de Mello

CEO e Founder  – 81 99714-9064

 

 

homem de mello marcelo empreendedorismoPublicações  em HOMEM DE MELLO DESENVOLVIMENTO HUMANO, ORGANIZACIONAL E COACHING COM PNL estão protegidas pela legislação brasileira sobre direito autoral e propriedade intelectual. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa (marcelo@homemdemelloconsultoria.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento do site, que prima pela integridade e pela qualidade, mantendo um padrão elevado em seus conteúdos. Caso necessite copiar trecho de texto para uso privado, por favor, solicite-nos. © Código dos Direitos de Autor e dos Direitos Conexos (CDADC) Decreto-Lei n.º 63/85, Lei n.º 45/85, Lei n.º 114/91, Decreto-Lei n.º 332/9 e Decreto-Lei n.º 334/97.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *